Médicos falam sobre ‘Verdades e Mitos sobre a Covid-19’ em live promovida pelo RH da IACIT

O diretor técnico da Santa Casa, Dr. Danilo Stanzani Junior, e o infectologista Dr. Lucas Darrigo, esclareceram dúvidas sobre a pandemia e as vacinas, e enfatizaram a importância da manutenção das medidas de prevenção.


O departamento de RH da IACIT realizou, no último dia 15, a live “Verdades e Mitos sobre a Covid-19”, com a participação dos médicos Dr. Danilo Stanzani Junior e Dr. Lucas Darrigo, de São José dos Campos. Os convidados falaram sobre temas importantes de combate e prevenção à Covid-19 e esclareceram dúvidas de colaboradores e familiares que acompanharam a apresentação.

A live faz parte da série Momento Bem-Estar IACIT, criado pelo RH para levar informação sobre saúde, qualidade de vida e desenvolvimento pessoal aos funcionários da empresa. O primeiro encontro da série aconteceu em maio, com o tema “Como anda sua saúde mental na pandemia?''.

A mediação da live foi feita pela analista de RH da IACIT, Fernanda Chaves, e pela supervisora do Departamento Pessoal, Karin Soliva.

O médico Dr. Danilo Stanzani Junior é diretor técnico da Santa Casa de São José dos Campos, e há mais de 20 anos trabalha como cirurgião geral da rede municipal de Saúde. Ele foi secretário municipal de Saúde e conduziu a política de enfrentamento da pandemia da Covid-19 no município até fevereiro deste ano.

O médico Dr. Lucas Darrigo é infectologista e geriatra, por mais de 20 anos foi responsável pela Clínica São José e também tem acompanhado a evolução da pandemia da Covid-19.

Os dois convidados ressaltaram a relevância da iniciativa da IACIT em promover uma live sobre a pandemia no momento atual.

“É uma grande oportunidade que a IACIT está dando aos profissionais da empresa. Em um momento em que as redes sociais pulverizam informações totalmente errôneas, que confundem muito a cabeça das pessoas, ter um canal direto e verdadeiro como esse ajuda muito”, disse Dr. Danilo.

Abaixo destacamos alguns momentos da live “Verdades e Mitos sobre a Covid-19”.

 

Normalidade

De acordo com os médicos convidados pela IACIT, o uso de máscaras e o distanciamento social devem ser mantidos, provavelmente, até o final deste ano. Isto porque, apesar de a campanha de vacinação estar avançada, somente um período após a segunda dose a sociedade estará realmente protegida.

Dr. Danilo citou o Reino Unido, que ficou três meses em lockdown, e flexibilizou em maio, autorizando a abertura da área interna de bares e restaurantes após drástica queda no número de casos de Covid-19 e de mortes --em abril foram registrados quatro óbitos.

“O Reino Unido é o terceiro que mais vacinou no mundo, e eles prorrogaram para 19 de julho a data para voltar à normalidade [previsão de liberação de eventos esportivos e shows, por exemplo]. O importante agora é tomar a vacina e manter a medidas protetivas”, disse o ex-secretário municipal de Saúde de São José dos Campos.

Dr. Lucas ressaltou os riscos de afrouxar os cuidados preventivos. “É preciso lembrar que mesmo a pessoa vacinada pode transmitir o vírus. A quase normalidade provavelmente só na virada de 2021-2022, muito depois que 75% das pessoas estiverem vacinadas”, explica o infectologista.

Ele enfatiza que todo mundo, mesmo após vacinado, precisa estar consciente que o uso de máscara e o distanciamento social devem ser mantidos pelo menos até dezembro.

“Muitos países que estão com a vacinação avançada ainda estão com número de casos alto. O Chile é um exemplo disso, muito provavelmente a causa disso é um afrouxamento das medidas de contenção. Se a gente quer preservar a vida e a vida das pessoas que a gente gosta, tem que usar máscara”, justifica o médico.

 

Vacinas

Os principais questionamentos com relação à imunização contra a Covid-19 durante a live realizada pela IACIT foram sobre a segurança e eficácia dos vários tipos de vacinas. Tanto o Dr. Danio quanto Dr. Lucas foram enfáticos em afirmar que todos os imunizantes disponíveis atualmente no Brasil, independente do fabricante, são seguros e tem eficácia garantida contra o novo coronavírus.

Ambos disseram que os números de casos de reações graves registrado em decorrência de alguma vacina são muito pequenos em relação ao número total de pessoas vacinadas, e que os benefícios são grandes para toda a sociedade.

“Em uma situação como esta que gente vive, em que milhões de pessoas são expostas ao mesmo tempo ao medicamento, vão aparecer na mídia quatro ou cinco casos de reações graves, e até de óbito, como aconteceu com uma grávida que recebeu a vacina da AstraZeneca”, explica Dr.Lucas, que também falou sobre as diferentes tecnologias aplicadas à fabricação dos imunizantes.

As reações adversas são monitoradas e acompanhadas por uma rede mundial de vigilância epidemiológica.

Dr. Danilo lembrou que a frequência de ocorrências graves registradas entre gestantes que tomaram a vacina da AstraZeneca provocou uma mudança no protocolo de aplicação deste imunizante em todo o mundo, e hoje ele não é mais indicado para grávidas.

Segundo o diretor da Santa Casa, este monitoramento global ajuda a manter a segurança e eficácia das vacinas em todos os países. “Tomamos vacinas desde que nascemos, mas a gente nunca se preocupou tanto com isso como agora. É super seguro”, ressaltou.

Sobre o fato de o cidadão não poder escolher a marca da vacina, o Dr. Danilo explicou que isso ocorre para que os municípios possam ter controle da distribuição de doses e da cobertura da  campanha de vacinação.

Dr. Lucas ressaltou ainda a importância de se tomar as duas doses do imunizante. “A pessoa só está realmente imunizada 14 dias após tomar a segunda dose”, disse o infectologista.

Os dois médicos encerraram a participação na live ressaltando que, mesmo vacinado, é preciso manter o uso de máscara e o distanciamento social para que possamos controlar a pandemia em nosso país.

“Mais de 90% dos casos de Covid-19 ocorrem por contato com gotícula respiratória. Então, é o distanciamento físico e o uso de máscara que vão nos dar segurança”, finaliza Dr. Danilo.


Ministro Marcos Pontes destaca tecnologia do Radar Meteorológico RMT 0200 inaugurado em São José dos Campos

Ministro Marcos Pontes destaca tecnologia do Radar Meteorológico RMT 0200 inaugurado em São José dos Campos

Radar fabricado pela IACIT foi inaugurado nesta quinta-feira (1/7) em São José dos Campos durante as celebrações de 10...

Ministro Marcos Pontes inaugura Radar Meteorológico RMT 0200 construído pela IACIT em parceria com o Cemaden/MCTI

Ministro Marcos Pontes inaugura Radar Meteorológico RMT 0200 construído pela IACIT em parceria com o Cemaden/MCTI

Inauguração acontece nesta quinta-feira (1) durante solenidade em comemoração aos 10 anos do Centro Nacional de...

Cemaden comemora 10 anos com início de operação  do Radar Meteorológico RMT 0200 em São José dos Campos

Cemaden comemora 10 anos com início de operação do Radar Meteorológico RMT 0200 em São José dos Campos

Radar desenvolvido pela IACIT passa a fornecer dados ao Cemaden a partir de julho, quando a instituição completa uma...

Técnicos do DECEA fazem treinamento do DME na IACIT

Técnicos do DECEA fazem treinamento do DME na IACIT

Sistema de auxílio à navegação aérea desenvolvido pela empresa faz parte do SISCEAB; ao final do contrato com a FAB...

Nos 35 anos da IACIT, colaboradores destacam visão integradora e de futuro da empresa

Nos 35 anos da IACIT, colaboradores destacam visão integradora e de futuro da empresa

Testemunho de funcionários comprovam uma gestão fundamentada na valorização pessoal e na confiança

IACIT, 35 anos

IACIT, 35 anos

O presidente da empresa, Luiz Teixeira, relembra trajetória e destaca o apoio de colaboradores, clientes e fornecedores

CISCEA e CIMAER acompanham testes do sistema WEBRADAR desenvolvido para o SISCEAB

CISCEA e CIMAER acompanham testes do sistema WEBRADAR desenvolvido para o SISCEAB

Solução produzida pela IACIT vai integrar dados e permitir a operação remota de 17 radares meteorológicos do Sistema...

IACIT recebe visita de comitiva da AEB e ITA

IACIT recebe visita de comitiva da AEB e ITA

Representantes da Agência Espacial Brasileira e do Centro Espacial ITA conheceram as tecnologias desenvolvidas e o...